23 Sep

Desde o início dos contágios, o Rio Grande do Sul já registrou 176 casos da chamada varíola dos macacos. A última atualização, divulgada na quinta-feira, 22, mostra que além dos registros positivos, 259 pessoas aguardam resultados dos exames. 

O município com maior número de infectados é Porto Alegre, que diagnosticou 95 pessoas com a doença. 

A transmissão comunitária da varíola dos macacos foi confirmada pelo Governo do Rio Grande do Sul em 18 de agosto. Isto significa que a Vigilância em Saúde não consegue mais identificar a origem da contaminação. Porto Alegre já havia detectado este tipo de transmissão quase uma semana antes, em 12 de agosto.

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.