15 Feb

Após cinco anos, Roger Machado volta ao comando do Grêmio. O anúncio do novo treinador foi feito ainda na segunda-feira, 14, pouco depois da confirmação da saída de Vagner Mancini, demitido no início da tarde. Aos 46 anos, o profissional chega para resgatar a confiança do elenco tricolor e com a árdua missão de reconduzir o time à elite do Campeonato Brasileiro.

Além de ter jogado no Grêmio, Roger comandou a equipe em 2015, quando assumiu no lugar de Felipão. Durante a passagem, ele levou o time à terceira colocação no Brasileirão, conquistando classificação para a Libertadores. Na temporada seguinte, o rendimento do time acabou diminuindo e Machado pediu demissão em setembro de 2016. Dos 94 jogos comandando o Grêmio, foram 48 vitórias, 22 empates e 24 derrotas, aproveitamento de 59%, pouco acima do que Mancini conquistou: 55,55%. 

Junto com Machado, chegam ao Grêmio, Roberto Ribas e James Freitas como auxiliares, Paulo Paixão, como Coordenador de Preparação Física, e Jussan Anjolin como Analista de Desempenho. 

Em sua trajetória como técnico, estão passagens em times como o Atlético-MG, Palmeiras, Bahia e Fluminense. Como jogador do Grêmio, Roger conquistou diversos títulos, com destaque para as Copas do Brasil, em 1994, 1997 e 2001, a Libertadores, em 1995, e o Brasileirão, em 1996. 

Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.