21 Dec

Valor oficial só será conhecido no ano que vem, quando o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgar o INPC consolidado de 2021

Se as previsões de que a inflação terminará 2021 acima dos 10% , a expectativa é de que o salário mínimo do ano que vem passe dos R$ 1,2 mil, conforme mostra o relatório do Orçamento de 2022. Até então, o valor estimado era de R$ 1.169 no ano que vem. O reajuste representa 10,04% de elevação, em relação ao atual salário, que é de R$ 1,1 mil. Caso o Congresso Nacional aprove a medida, o valor passa a vigorar em janeiro do ano que vem, com pagamento a partir de fevereiro.

A última vez em que o aumento do salário mínimo registrou índices acima dos dois dígitos foi em 2016, quando chegou a 11,6%.Realizado anualmente, durante a construção do orçamento anual, o salário mínimo é definido com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que é o mecanismo que mede a inflação das famílias com renda de até cinco salários mínimos. Neste ano, o reajuste passou por diversas mudanças, saindo de 6,20% para uma alta de 10,04%.

Apesar do aumento, o valor não garante reposição sobre o poder de compra da população mais carente, uma vez que os gastos com combustíveis, energia elétrica e alimentação foram responsáveis pelo aumento da crise econômica das famílias brasileiras.

Para seguir em análise e, posterior votação, o relatório precisa ser aprovado pela Comissão Mista de Orçamento (CMO) e depois no plenário do Congresso. A expectativa é de que o documento seja votado a quarta-feira, 22.O valor final do salário mínimo só será conhecido no ano que vem, quando o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgar o INPC consolidado de 2021.

Reajustes do salário mínimo

  • 2021  – R$ 1.100,00 (5,2%)
  • 2020 – R$ 1.045,00 (4,7%)
  • 2019 – R$ 998,00 (4,6%)
  • 2018 – R$ 954,00 (1,8%)
  • 2017 – R$ 937,00 (6,48%)
  • 2016 – R$ 880,00  (11,6%)
Comentários
* O e-mail não será publicado no site.