06 Nov
Sob forte emoção, corpo de Marília Mendonça é sepultado em Goiânia

O corpo da cantora sertaneja, Marília Mendonça, de 26 anos, morta em um acidente aéreo na sexta-feira, 5 de novembro, foi sepultado no início da noite deste sábado, 6 novembro, sob forte comoção de familiares, amigos e fãs. Cerca de 100 mil pessoas acompanharam o velório da artista. Os caixões com os corpos da jovem e do tio e assessor Abicieli Silveira Dias Filho, foram levados até o cemitério Memorial Parque em dois caminhões do Corpo de Bombeiros. 

O velório dos dois teve início por volta das 13h. Durante 40 minutos, os portões do Goiânia Arena, ficaram fechados para familiares e amigos. Depois, milhares de pessoas aguardavam em filas quilométricas, o momento de se despedir da maior cantora sertaneja dos últimos tempos.

Ônibus com equipes de vários artistas estacionaram nos arredores do ginásio. Marcaram presença no velório outros nomes do ritmo sertanejo como Maiara e Maraisa, Henrique e Juliano e Di Paullo e Paulino. Foram recebidas coroas de flores assinadas por Zezé di Camargo, Chitãozinho e Xororó, Bruno e Marrone, Zé Neto e Cristiano, entre outros. 

Houve orações. Maiara e Maraisa cantaram o sucesso "Esqueça-me se for capaz", gravada em parceria com Marília Mendonça. Henrique e Juliano também fizeram sua homenagem com a música “Flor e o beija-flor”. Do lado de fora do ginásio, fãs se reuniram e entoaram diversas canções. 

Após a despedida, os caixões foram levados para a parte de fora da arena e colocados nos caminhões do Corpo de Bombeiros. Por mais de uma hora, milhares de pessoas pararam na rodovia onde passou o cortejo para se despedir da cantora. 

Do lado de fora do cemitério, uma multidão de fãs se reuniu para cantar músicas da cantora. O enterro de Marília foi restrito para familiares e amigos.

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.