04 Aug

Uma nova elevação na taxa básica de juros (Selic) foi divulgada pelo Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central. Agora, o valor chega a 13,75% ao ano. Esta foi a 12ª elevação consecutiva, atingindo o maior nível desde novembro de 2016. O anúncio foi feito na quarta-feira, 3 de agosto. 

Conforme o Comitê, a expectativa é de que haja novo aumento no próximo mês, já que o cenário da economia mundial ainda sofre com o aumento da inflação. Em nota, o Copom explicou a necessidade do aumento de meio ponto percentual na taxa. "Nota ainda que a incerteza da atual conjuntura, tanto doméstica quanto global, aliada ao estágio avançado do ciclo de ajuste e seus impactos acumulados ainda por serem observados, demanda cautela adicional em sua atuação.”, afirma.

A taxa Selic, como é chamada, serve para que o Banco Central mantenha controle sobre a inflação do país. Apesar da nova elevação, a prévia da inflação de agosto começa a mostrar desaceleração por causa da queda do preço da energia e da gasolina. Mesmo assim, o valor está bastante acima do teto da meta de inflação. Para 2022, o Conselho Monetário Nacional (CMN) fixou meta de inflação de 3,5%, com margem de tolerância de 1,5 ponto percentual. 

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.