22 Dec

O teto do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) deve passar os R$ 7 mil a partir de 2022. Isso ocorre em razão da aprovação do Orçamento de 2022, com base na expectativa da inflação permanecer em 10,04%. Se os prognósticos se concretizarem, o valor máximo pago a aposentados e pensionistas pode chegar a R$ 7.079,50 a partir de janeiro do próximo ano. 

No início, a proposta orçamentária previa um teto máximo de R$ 6.832,45. Para quem recebe remuneração mensal de R$ 3 mil, com o novo salário, o valor subirá para R$ 3.301,20.  Apesar de a previsão de reajuste tanto do salário mínimo quanto dos benefícios do INSS ser maior, os valores não embutem um ganho real, com reposição do poder de compra dos aposentados e pensionistas. 

Além do reajuste no teto do INSS, o salário mínimo também deverá subir no ano que vem, passando de R$ 1,1 mil para R$ 1.210. Inicialmente, o projeto do governo previa elevação de R$ 147, valor R$ 63 abaixo da mais recente estimativa.

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.