15 Dec

Os trajes oficiais das princesas, Eduarda Dham e Josinara Won Bostel e da rainha Láira Giovanella Theinheimer de Encantado foram apresentados à comunidade durante a solenidade de denominação do Centro Administrativo Municipal Adroaldo Conzatti, realizada na quinta-feira, 9 de dezembro.

Inspirado nas cores da bandeira do município, vermelho, verde e branco, o desenho dos vestidos ficou sob a responsabilidade do jovem encantadense, Ricardo Werner, que também assinou o desenho da coroa oficial das soberanas. 

Conforme Werner, casa detalhe foi pensado minuciosamente, no intuito de representar a cidade. Segundo ele, o traje da rainha, na predominância da cor vermelha, representa a fé e o trabalho de um povo que não mede esforços para o êxito comunitário, que luta diariamente. Já as vestimentas das princesas, na cor verde, caracterizam a natureza exuberante presente em todo território do município e que ganhou destaque esse ano quando a imagem do Cristo Protetor conquistou o mundo e chamou a atenção pelo mar verde que o envolve. 

Por fim, a cor branca, presente nos detalhes dos trajes, simboliza a união. Werner explica que a coroa foi confeccionada com metal dourado e retrata a riqueza através da qualidade de vida, dos serviços e dos produtos gerados em Encantado. “As pedras refletem o encanto da cidade. A imagem do Cristo Protetor traduz a fé, a união e o turismo, visto que estátua já se credencia como um atrativo turístico que divulgará Encantado em todo o mundo”, descreve. “O formato redondo foi inspirado na corte de 1985, como forma de valorizar a história e aqueles que nos antecederam, para assim, poder vislumbrar o futuro”, explica Werner.


Conforme a prefeitura, os trajes oficiais serão usados pela corte em eventos solenes. 

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.