12 Jul

A comitiva de turistas do Vale do Taquari que estava presa desde o sábado, 9 de julho, na região dos Andes, no Chile, após uma forte nevasca, foi levada nesta terça-feira, 12, para a cidade de Santiago. O trabalho de remoção foi efetuado pelo exército chileno no início da tarde de hoje. A medida visa oferecer melhores condições de alojamento aos brasileiros presos.

O local onde eles irão ficar é um alojamento militar. Na sequência, a agência de turismo, responsável pela viagem deve providenciar um transporte para levar os gaúchos ao hotel que já havia sido reservado para a viagem. Apenas os dois motoristas do ônibus permanecerão na aduana chilena, mantendo o veículo ligado para que o motor não congele.

Apesar da remoção, mais uma nevasca está prevista para quarta-feira, 13, e deverá se estender pela região até o domingo, 17. 

Dos 34 moradores do Vale do Taquari que participavam da viagem, 29 são idosos, sendo a maior parte, moradora de Teutônia. A viagem começou na quarta-feira, 6 de julho e percorreu a cidade de Mendoza, na Argentina, seguindo para Santiago, no Chile, onde permaneceriam por quatro dias para, posteriormente, voltar à Argentina e depois ao Brasil.

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.