10 Aug

O avanço da transmissão da covid-19 provocada pela variante Delta acende o alerta entre equipes de saúde uma vez que os sintomas identificados por essa nova cepa podem ser diferentes dos que o já temos conhecimento. Segundo os primeiros resultados de estudos realizados, vacinados e não imunizados podem desenvolver nos primeiros dias de infecção, alterações no organismo, semelhantes aos causados por uma gripe ou resfriados mais comuns.

Conforme apontam especialistas, os principais sintomas causados pela variante Delta são dor de cabeça, garganta, tosse e febre. Coriza, dores musculares e mal-estar também estão associados a nova cepa da covid-19. Diferentemente de outras variantes, onde a perda de olfato e paladar são mais frequentes, na cepa indiana, estes sintomas são os menos reportados por pacientes.


Com as mudanças nos sintomas, autoridades em saúde orientam que a população busque atendimento preventivo assim que as primeiras reações apareçam, a fim de evitar que os casos aumentem, em decorrência dos brasileiros acharem que os sintomas sejam de gripes ou resfriados, passando o vírus adiante.

De acordo com a Secretaria Estadual da Saúde (SES), pelo menos 11% das amostras sequenciadas na semana passada foram da variante Delta. A tendência, segundo especialistas, é de que em pouco tempo, a cepa indiana seja predominantemente responsável pelo surgimento de novos casos, uma vez que ela é mais transmissível que as demais variantes já existentes.

Foto: José Fernando Ogura/AEN  

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.